publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Valda em:
Servidor do INSS de Vitória da Conquista é condenado por fraudes em concessão previdenciária
 
 
ELISEU AURELIANO DA ROCHA em:
Um morre e outro fica gravemente ferido durante briga no município de Tanhaçu
 
 
Iana Lopes em:
Açougueiro vítima de acidente quando bandido empreendia fuga em Brumado, morre no hospital
 
 
Bernabe neto em:
Homem é morto pelo próprio sobrinho na zona rural de Aracatu; autor foi preso
 
 
 
curta nossa fanpage
16.03.2017 - SAÚDE
 
Tratamento contra câncer, radioterapia está ameaçada no SUS por má distribuição de verba
 
Tratamento contra câncer, radioterapia está ameaçada no SUS por má distribuição de verba
Foto: Divulgação
 

Essencial para o tratamento de pacientes com câncer, a radioterapia não é sustentável atualmente no Sistema Único de Saúde (SUS), acredita o presidente da Sociedade Brasileira de Radioterapia, Eduardo Weltman. Entre os pontos que interferem no problema estão os recursos destinados aos custos operacionais da radioterapia e o sistema de repasses desse valor. "Você recebe hoje menos da metade do que custa manter um aparelho funcionando. Isso é um problema sério, porque o que acaba acontecendo é que os aparelhos acabam ficando sucateados, quebrando. Não tem manutenção porque não há dinheiro para isso", afirmou o profissional. "A Sociedade está negociando com o Ministério da Saúde que seja revista, de forma emergencial, a remuneração da radioterapia. Se não for feito isso, a sustentabilidade da radioterapia está ameaçada. A médio e longo prazo, isso vai piorar muito", avaliou. Quanto ao sistema de repasses, Weltman aponta problemas na distribuição das verbas. "Vamos supor que o governo destine para a prefeitura R$ 100 mil, onde cerca de R$ 20 mil seriam destinados à radioterapia. Desses R$ 20 mil, por razões estruturais, R$ 10 mil ficam na prefeitura. Há ainda o repasse para o hospital. Desses R$ 10 mil, R$ 5 mil acabam ficando para causas trabalhistas. Isso é incompatível com as necessidades", exemplificou. As dificuldades na área não param por aí, já que o número de aparelhos disponíveis no Brasil está consideravelmente abaixo do recomendado pela Organização Mundial da Saúde: um equipamento para cada 300 mil habitantes. "No Norte e Nordeste, de maneira geral, há uma cobertura de 28%, com relação ao índice de um aparelho para cada 300 mil habitantes. Quando vai para a rede SUS, isso aumenta um pouco, porque a maioria de aparelhos da região Nordeste atende a população via SUS. Há uma cobertura de cerca de 35% dos pacientes", explicou o presidente da entidade. Dessa forma, de acordo com Weltman, as opções para os pacientes se tornam reduzidas e a fila de espera para tratamento segue crescente.

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
16.Dez.2017 - Homem invade residência após roubo e é preso pela polícia em Ituaçu
16.Dez.2017 - Rio do Antônio: Waldenor e Deca buscam nova adutora, trator, desenvolvimento social e investimentos para a saúde
16.Dez.2017 - Anvisa divulga novas imagens de advertência para embalagens de cigarro
16.Dez.2017 - Homem é assaltado e agredido durante trabalho em Malhada de Pedras; caso foi registrado em Brumado
15.Dez.2017 - Operação Fim de Ano: Polícia cumpre mandados de busca e apreensão em Brumado; seis pessoas foram presas
15.Dez.2017 - APROVEITE AS PROMOÇÕES DE NATAL DA BELLA VISTA EMBALAGENS E FESTAS
15.Dez.2017 - Conquista: motorista se distrai, perde controle do veículo e cai em vala
15.Dez.2017 - Última votação do projeto que regulamenta 13º salário para prefeito, vice e vereadores aconteceu hoje, 15; projeto foi aprovado pela maioria
15.Dez.2017 - Polícia realiza apreensão de armas de fogo em Livramento
15.Dez.2017 - Quase mil alunos participam da formatura do Proerd em Guanambi
eventos
31.07.2017
Aniversário de 55 anos de Rio do Antônio 2017
 
04.07.2017
São Pedro de Guajeru 2017
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções