publicidade
 
publicidade
 
publicidade
 
comentários
Bell em:
Veículo passa por cima de pé de transeunte na faixa de pedestre em Brumado
 
 
joaquim barbosa em:
Tiro e confusão em Maetinga após abordagem da polícia ao vereador Chicãozinho
 
 
Jose em:
Eduardo Vasconcelos diz que não contratará políticos para cargos em sua administração
 
 
Travessuras Avessas em:
Jovem morre vítima de disparo acidental na zona rural de Maetinguense
 
 
 
curta nossa fanpage
03.12.2015 - Tecnologia
 
Apple pagará indenização a homem que teve fotos de lua de mel apagadas
 
Apple pagará indenização a homem que teve fotos de lua de mel apagadas
 

Aposentado receberá £ 2 mil (R$ 11,4 mil), após lutar 12 meses na Justiça.
'Tendo lutado contra o câncer, eu não seria derrotado pela Apple', disse.


Um britânico de 68 anos foi à Justiça contra a Apple por ter as fotos de sua lua de mel apagadas por um funcionário da empresa sem o seu consentimento. Depois de 12 meses, o homem venceu a batalha contra a gigante, que terá de indenizá-lo, informou o jornal “Evening Standard”. “Tendo lutado contra o câncer, eu não seria derrotado pela Apple”, afirmou o aposentado Deric White, que mora em Londres.

Em dezembro de 2004, o pensionista levou seu iPhone a uma Apple Store. Ele só foi à loja depois de receber uma mensagem que informava haver um problema com o dispositivo. Após retirar o aparelho, White descobriu que os empregados da Apple haviam apagado todos os arquivos sem avisar. Isso incluía as imagens de sua lua de mel em Seychelles, realizadas naquele ano, de um safari na África e a de médicos que cuidaram dele por 10 meses durante o tratamento de um câncer de esôfago.
 

“Minha esposa foi reduzida a lágrimas quando eles limparam meu telefone. Todo mundo diz que isso aconteceu com eles ou com seus companheiros.”

Ele entrou com um processo contra a companhia. Nesta segunda (30), a Corte do Condado do Centro de Londres, deu ganho de causa à ele. Pedia indenização de £ 5 mil (R$ 28,5 mil), mas, o tribunal decidiu por baixar a compensação para £ 2 mil (R$ 11,4 mil).

“Não é muito dinheiro o que eu gahei, mas é uma vitória moral”, afirmou ao jornal. O aposentado não foi representado por nenhum advogado. Ele mesmo enfrentou o time jurídico da empresa. “Apple é um enorme conglomerado e todo mundo diz que você não pode vencê-la, eles dizem que você não pode bater a Apple”, disse.

“Eu fiz isso pelo homem comum. Eu diria a qualquer um que tenha um atrito com a Apple: não deixe que eles decidam sobre você e o ignorem.”

 
 
     
     
 
comentários
 

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

 
  Escrever comentário:
 
Nome:
 
E-mail (não será divulgado):
 
 Mensagem:
 
Voltar
 
outras notícias
 
27.Abr.2017 - Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado
27.Abr.2017 - Estudante de jornalismo brumadense retratará em TCC história da Capital do Minério
27.Abr.2017 - Brumado pode ser sobrecarregada com aumento de processos com desativação de comarcas da região
26.Abr.2017 - Funcionários dos Correios entram em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta
26.Abr.2017 - Prefeitura de Aracatu recolherá animais soltos nas ruas e proprietário só liberará o animal após pagamento de multa
26.Abr.2017 - PF deflagra operação contra lavagem de dinheiro e falsificação de passaportes
26.Abr.2017 - Mais de 147 mil eleitores precisam regularizar título na Bahia; prazo vai até 2 de maio
26.Abr.2017 - Servidores do Poder Judiciário baiano e do Ministério Público participarão de Greve Geral
25.Abr.2017 - Em entrevista ao Destaquebahia, Karateca agradece apoio da prefeitura, mas solicita ajuda em demais recursos
25.Abr.2017 - Agente de Proteção ao Menor é preso por tráfico de drogas em Livramento
eventos
23.01.2017
Oggi Ciclo Tour 2017
 
04.01.2017
Inauguração da sede própria da Câmara de Guajeru
 
 
publicidade
 
publicidade
 
Entre Gospel Destaque Bahia © 2017 - Todos os direitos reservados. Hospedagem e Desenvolvimento: HD Soluções