• Prefeito rejeita pressão e deve adiar reforma administrativa

    Fonte: Jornal do Sudoeste / Foto: Destaquebahia.com.br

    Caiu como uma bomba, nos meios políticos brumadenses, a polêmica resultante das declarações do presidente da Liga Brumadense de Futebol, suplente de vereador Emanoel Araújo Lima (PSB), criticando a postura e a forma como teria sido conduzido o apoio à Seleção de Futebol, que participou do Campeonato Intermunicipal, pela secretária municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, educadora Acácia Gondim Ribeiro.

    Justificando a desclassificação da Seleção Brumadense do torneio estadual, o presidente da LBF afirmou, em entrevista ao blog Brumado Notícias, que teria faltado, além de apoio, seriedade por parte da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.

    O presidente da Liga cobrou seriedade e respeito ao Esporte brumadense por parte da secretária municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer. “(...) [Acácia Gondim] pode continuar como secretária de Educação, mas no Esporte ela está deixando a desejar. Secretária, a senhora tem que ter respeito com o esporte de Brumado”, disparou o presidente da Liga, que aproveitou para cobrar, de forma enfática, a criação na estrutura administrativa da Prefeitura Municipal da Secretaria Municipal de Esportes.

    “O prefeito tem que cumprir logo sua promessa de campanha e desvincular a Secretaria de Esporte da pasta da Educação”, pontuou.

    As declarações do presidente da Liga Brumadense de Futebol foram rebatidas pela secretária Acácia Gondim, que afirmou ter sido dado todo apoio solicitado e que sua disponibilização foi dentro do que a legislação vigente permitiu, para que a Seleção de Brumado pudesse participar do Campeonato Intermunicipal.

    Segundo a secretária, o que foi solicitado - transporte e materiais esportivos - foi disponibilizado, ressaltando que a Secretaria não atendeu às solicitações feitas para liberação de recursos financeiros uma vez que há limites legais para que o Governo Municipal possa liberar recursos para entes públicos e/ou privados.

    Lembrou, no entanto, que todas as Notas Fiscais de despesas com alimentação e hospedagem realizadas para a participação da Seleção de Brumado no torneio estadual, que puderam ser comprovadas, foram pagas.

    Segundo Acácia Gondim, existe pendente de ressarcimento uma Nota Fiscal de hospedagem, que está sendo analisada pela Procuradoria Jurídica da Prefeitura, em razão da divergência entre o local da partida disputada e o local onde os atletas e dirigentes ficaram hospedados.

    A secretária concluiu alfinetando: “Dinheiro público a gente não trabalha como acha melhor, mas utiliza de acordo com a Lei”.

    A polêmica foi recebida com indisfarçável indignação pelo prefeito Agilberto Lima Dias (SSD) que, em conversas reservadas teria criticado a postura do presidente da Liga Brumadense de Futebol.

    Segundo uma fonte do Jornal do Sudoeste, em reação as declarações e cobrança feita pelo presidente da Liga, o prefeito sinalizou para o adiamento de discussões internas que estavam sendo conduzidas visando à reestruturação da máquina administrativa que resultaria, entre outras medidas, na criação da Secretaria Municipal de Esportes.

    “A Administração Municipal tem pautado sua atuação na transparência e no diálogo com a sociedade e não vai recuar ou se intimidar com pressões. O prefeito tem tido a preocupação de ouvir todas as correntes políticas e todos os representantes de diferentes segmentos da sociedade visando desenvolver ações que possam atender às demandas. Não há chances do prefeito ceder a chantagens ou a pressões”, resumiu um assessor da Prefeitura Municipal, cuja identidade solicitou fosse preservada.

    Segundo ele, interesses pessoais, mais uma vez, contribuíram para que uma ação do Governo Municipal tivesse que ser adiada. “Brumado perde, vê adiado, mais uma vez, um projeto por conta da falta de compromisso de alguns atores com a coletividade. O Governo do prefeito Aguiberto Lima Dias, tem sinalizado para o diálogo como forma de conquistar avanços e não se curvará a pressões de qualquer ordem”, concluiu.