BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Agressão de professora contra vereador brumadense virou notícia nacional

    A sessão da Câmara de vereadores de Brumado ocorrida no último dia 09 teve repercussão nacional; não por causa de algum grande projeto, mas pelo fato de uma professora invadir a Casa Legislativa e, depois de agredir verbalmente o vereador Édio Continha, partiu para agressão física, a ponto de tirar o Tamanco e arremessar contra o parlamentar.

    As imagens gravadas e divulgadas nos grupos do WhatsApp logo foram parar no Youtube e posteriormente; após ganhar as redes sociais, foi noticiada em vários sites de notícias do Brasil, sendo também repercutida através de alguns programas jornalísticos da TV Brasileira, inclusive no programa Fala Brasil da Rede Record, que possui um dos maiores índices de audiências no horário.

    A professora que em vários momentos acusou o vereador de ser o culpado por seu esposo ter perdido o emprego, não considerou os demais parlamentares e o público presente e, juntamente com o seu esposo, o qual é irmão do vereador, não deram trégua, obrigando que a sessão terminasse antes do horário previsto.

    A Câmara de Vereadores de Brumado que é referencia na Bahia em termos de estrutura e organização, teve a sua imagem, de certa forma manchada pelas atitudes da professora, a qual irá responder pelos atos perante a justiça. Veja a reportagem.



  • Homem usa outdoor para encontrar

    A "alma gêmea" de Heron Guarezi deve "ser magrinha" e "carinhosa" (Foto: Reprodução/Facebook)

    Solteiro há apenas três meses, Heron investiu R$560 pelo outdoor, que ficará no local por 20 dias

    Um homem de 31 anos cansou de esperar e resolveu usar um outdoor para encontrar uma companheira na cidade vizinha a que ele mora, no estado de Santa Catarina. Em busca de um "relacionamento sério", Heron Guarezi usou a própria foto para fazer propaganda no município de Laguna - ele mora em Tubarão - e aumentar o número de oportunidades.

    Para o operador de máquinas agrícolas, no local onde ele mora há muita dificuldade para encontrar mulheres interessantes, pois as festas noturnas que acontecem na cidade são voltadas para terceira idade.

    Solteiro há apenas três meses, Heron investiu R$560 pelo outdoor, que ficará no local por 20 dias. "Procuro uma mulher que não seja interesseira e que queira morar comigo", disse em entrevista ao G1.

    Segundo o portal, Heron recebeu mais de 50 ligações desde a última quinta-feira (5), dia que o anúncio foi instalado. "Também tem trote, claro. Mas a maioria é de mulheres que querem me conhecer. Tá difícil, pois poucas são do perfil que quero", explica.

             

    Exigências
    No outdoor, ele informa que a faixa etária das pretendentes deve ser entre 18 e 35 anos e que a mulher precisa estar interessada em um relacionamento sério. Porém, ele confessa que não para por aí. A "alma gêmea" dele deve "ser magrinha", "carinhosa" e "tratar bem".

    Conforme o rapaz, na cidade onde mora, Tubarão, existem poucos bailes que gosta. "A maioria é para a terceira idade, então fica difícil sair à noite e encontrar alguém", argumenta.



  • Cantora Inezita Barroso morre aos 90 em São Paulo

    Foto: Divulgação

    A viola emudeceu. Aos 90 anos, morreu na noite deste domingo, 8, a cantora e apresentadora de TV Inezita Barroso. Ela estava internada desde o dia 19 de fevereiro no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

    Inezita viu tudo. Era um livro de história viva, daqueles com notas de rodapé e trilha sonora. A última testemunha ocular a ter caminhado sobre a própria linha do tempo da música sertaneja. Soube o que queria ser bem cedo, com 7 anos. Ou antes. O fato é que, enquanto saía do ventre de sua mãe, em pleno domingo de carnaval, na casa da Rua Conselheiro Brotero, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, passava em frente o Cordão Carnavalesco Camisa Verde, futura escola de samba com o mesmo nome.

     

    "Nasci ouvindo marchinha paulista", disse em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, em janeiro de 2012. Quando fez 7 anos, descobriu o mundo dos homens, o universo dos violeiros. Na grande casa da Barra Funda, esperava o pai autorizar para que pudesse subir na mesa da sala para cantar para os coronéis que frequentavam a família. Era a hora de seu show. Um dia, cantou um tango de letra considerada indecente e teve sua carreira gongada. Entristecida por não poder mais cantar para sua plateia, foi socorrida por uma tia que prometeu colocá-la nas aulas de violão.

    As seis cordas não agradaram a mãe, que preferia ver a filha casada com um advogado ou farmacêutico, mas a música não parava de chamá-la. Quando ia passar férias em uma das fazendas da família, deixava as primas na casa grande, pulava a janela e ia ver os colonos tocando viola. No dia em que um violão caiu em suas mãos, ela atacou de Boi Amarelinho. E teve caboclo marmanjo chorando baixinho.

    Viagem
    Quando chegou a década de 1960, Inezita já tinha ímpetos de pesquisadora. O mundo sertanejo era maior que o interior de São Paulo. Sertanejo não, ela não suportava essa nomenclatura por uma questão geográfica. "Sertanejo existe onde tem sertão. Aqui em São Paulo é música caipira. Por acaso, você já foi ao sertão de Jundiaí?"

    CONTINUE LENDO


  • Ninguém acerta e Mega-Sena acumula prêmio de R$ 20 milhões

    Ninguém acertou as seis dezenas da Mega-Sena, no sorteio do concurso de número 1.684, realizado no sábado (7) em Canelinha (SC). O próximo concurso da Mega-Sena, que acontece na quarta-feira (11), terá prêmio acumulado em R$ 20.000.000,00, aproximadamente.

    Veja as dezenas: 09 - 12 - 18 - 31 - 39 - 50.

    A quina teve 49 acertadores, que levaram prêmio de R$ 38.803,85 cada um. Além disso, houve 4.143 ganhadores na quadra, que rendeu R$ 655,62.

    Para apostar
    A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.



  • TCU terá concurso público com salários até R$ 17,5 mil

    TCU terá concurso público com salários até R$ 17,5 mil

    A assessoria de comunicação do Tribunal de Contas da União (TCU) confirmou em entrevista ao Folha Dirigida, a realização de um concurso público para os cargos de técnico e auditor. Inicialmente foram pedidas 31 vagas, mas esse número deve crescer. 

    O órgão informou ainda que o edital está em fase final de elaboração e que “adequações estão sendo feitas em razão do tempo transcorrido e das mudanças na disponibilidade de cargos vagos desde a aprovação do concurso, em julho do ano passado”.

    Os salários oferecidos para o cargo de técnico é de R$10.470.01, e de auditor, R$17.513,86, ambos incluindo o auxílio-alimentação, de R$784,74. As vagas são para o Distrito Federal e os estados de Pernambuco, Acre, Amazonas, Mato Grosso, Roraima, Maranhão e São Paulo. 



  • Gás de cozinha aumenta 14% e botijão deve custar R$ 60

    Preço do botijão de 13 quilos sobe nos próximos dias (Foto: Gerson Oliveira/Arquivo Correio do Estado)

    Depois da alta nos combustíveis e do reajuste da energia elétrica, chegou a vez do preço do gás de cozinha ficar até 14% mais caro para o consumidor de Mato Grosso do Sul a partir desta semana.

    Em Campo Grande, o aumento ainda não foi repassado de vez pelas revendedoras e o botijão de gás de até 13 quilos, daquele utilizado para uso doméstico, estava sendo comercializado ontem pelo preço médio de R$ 57,00, conforme pesquisou o Jornal Correio do Estado em uma dezena de estabelecimentos do município, mas o valor deve chegar a R$ 60 nos próximos dias, informa o Sindicato das Micro e Pequenas empresas de Gás Canalizado e Similares de Mato Grosso do Sul (Simpergasc). 

    A alta é resultado da elevação das pautas fiscais, valores usados pelo governo como referência para cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e estava represada há quase 15 dias. 



  • Suposto vídeo íntimo de Sabrina Sato vaza na internet

    Um suposto vídeo íntimo de Sabrina Sato vazou na internet nesta terça-feira (3). Depois do bumbum de Paolla Oliveira, agora foi a vez das curvas da apresentadora se tornarem um dos assuntos mais comentados da internet.

    O suposto vídeo íntimo mostra Sato usando apenas calcinha e andando pelo quarto. Nos 17 segundos da gravação, é possível ainda ver as pernas de um homem deitado na cama. Nas imagens, a apresentadora está maquiada e chega a olhar para a câmera.

    O site 'Ego' conversou com a assessora e irmã da apresentadora, Karina Sato, para saber se Sabrina tem ciência do vídeo ou se o mesmo faz parte de alguma campanha. "Ainda não vimos o vídeo, mas não faz parte de nenhuma campanha. A Sabrina está em um vôo vindo do Japão para o Brasil, sem conhecimento do vídeo", contou.

    Após o vídeo ser compartilhado centenas de vezes, internautas começaram a identificar características de Sabrina Sato, como a tatuagem de coração que ela tem no cóccix. Desde abril de 2013, Sato namora o ator e produtor João Vicente de Castro. ([email protected])



  • Morre aos 68 anos cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário

    José Rico durante quadro 'Bem Sertanejo', do Fantástico, em outubro de 2014 (Foto: Reprodução/TV Globo)

    Ele teve insuficiência do miocárdio e parada cardíaca em Americana (SP). Dupla de 'Estrada da vida' foi uma das mais importantes do Brasil.

    Morreu nesta terça-feira (3), aos 68 anos, o cantor sertanejo José Rico, da dupla com Milionário. Ele estava internado desde segunda-feira (2) no hospital Unimed, de Americana (SP), cidade onde morava. Segundo o boletim médico, ele teve insuficiência do miocárdio, seguida de parada cardíaca.

    "É com muita dor no coração e profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso ídolo José Rico. Vamos rezar por este homem que tanta alegria nos deu. É impossível descrever nossa tristeza, estamos todos em estado de choque", diz a nota oficial. A assessora da dupla disse ao G1 que toda a equipe e a família estão em choque.

    Nascido em Pernambuco
    José Alves dos Santos, de nome artístico José Rico, nasceu em São José do Belmonte (PE), em 20 de junho de 1946. Ele também já morou no Paraná e em São Paulo, onde conheceu o companheiro de dupla Milionário (Romeu Januário de Matos). O duo ficou conhecido como "gargantas de ouro".

    A dupla foi formada no início dos anos 70, começou a tocar em circos no interior do país, e foi ganhando popularidade. Milionário & José Rico se consolidaram nos anos 80 como uma das duplas mais importantes da música sertaneja brasileira. Em 1980 ele estrelaram o filme "Estrada da vida", dirigido por Nelson Pereira dos Santos. Eles também lançaram o longa "Sonhei com você", em 1989.

    Entre as músicas mais conhecidas estão "Amor dividido" e "O tropeiro", "A carta", "Viver a vida" e especialmente "Estrada da vida", composta por José Rico. Eles chegaram a se separar durante três anos no início dos anos 90, mas retomaram a parceria.

    Ao longo da carreira venderam mais de 30 milhões de cópias. Eles mantinham atividade intensa até hoje, com uma média de 170 shows por ano. Eles inseriram influência de diversos estilos no sertanejo, como ritmos nordestinos e de outros países da América Latina.

    Em 2014, José Rico se candidatou a deputado federal em Goiás, pelo PMDB, mas não foi eleito.

    Ele era casado com Berenice Martins Alves dos Santos, e tinha dois filhos gêmeos, Samy e Sara.

    CONTINUE LENDO


  • Receita começa hoje a receber declaração do Imposto de Renda 2015

    A Receita Federal começa a receber nesta segunda-feira (2) as declarações de Imposto de Renda 2015. Os contribuintes têm até 30 de abril para entregar o documento ao fisco. Os programas para fazer a declaração estarão disponíveis para download na página da Receita na internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br/) a partir das 8h.

    Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também recebem mais cedo as restituições do Imposto de Renda – caso tenham direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade. Os valores começam a ser pagos em junho de cada ano pelo governo e seguem até dezembro, geralmente em sete lotes.



  • Professor no Brasil perde 20% da aula com bagunça na classe, diz estudo

    Pesquisa da OCDE aponta que 60% dos docentes têm alunos-problemas.Brasil lidera 'ranking' de intimidação verbal entre alunos e professores.

    Uma pesquisa feita pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) aponta que no Brasil o professor perde 20% do tempo de aula acalmando os alunos e colocando a classe em ordem para poder ensinar. Além disso, o estudo aponta que 60% dos professores brasileiros ouvidos têm mais de 10% de alunos-problemas em sua sala de aula, o maior índice entre os países participantes do estudo.

    A pesquisa Pesquisa Internacional sobre Ensino e Aprendizagem (Teaching and Learning Internacional Survey, Talis, na sigla em inglês) ouviu professores de 33 países.

     

    O estudo aponta que no Brasil o professor perde 20% do tempo para por a classe em ordem e acabar com a bagunça, 13% do tempo resolvendo problemas burocráticos e 67% dando conteúdo. É o país que onde o professor mais perde tempo de aula. A média dos países da OCDE é de 13% do tempo para acabar com a bagunça.

    O estudo perguntou aos professores se eles têm mais ou menos de 10% de alunos problemáticos na classe. O Brasil teve 60% dos docentes apontando terem mais de 10% de estudantes problemáticos. Chile, México e Estados Unidos aparecem depois. Na outra ponta, Dinamarca, Croácia, Noruega e Japão têm menos relatos de professores sobre alunos com mau comportamento.

    Os dados foram levantados em 2013 com alunos do ensino fundamental e ensino médio (alunos de 11 a 16 anos), mas um relatório sobre a questão de comportamento dos alunos foi divulgado este ano. No Brasil, 14.291 professores e 1.057 diretores de 1.070 escolas completaram o questionário da pequisa.

    A pesquisa Talis coleta dados sobre o ambiente de aprendizagem e as condições de trabalho dos professores nas escolas de todo o mundo. O objetivo é fornecer informações que possam ser comparadas com outros países para que se defina políticas para o desenvolvimento da educação.

    VEJA ALGUNS DADOS DA PESQUISA:

    Tempo para por a classe em ordem
    No Brasil o professor perde 20% do tempo para acalmar os alunos, dar broncas e colocar a classe em ordem. A média da OCDE é de 13%.

    Aluno que chega atrasado
    Este não chega a ser um grande problema em comparação a outros. O índice no Brasil é de 51,4%, menor que a média dos países, de 51,8%. Países mais desenvolvidos têm alunos que atrasam mais, como Finlândia (86,5%), Suécia (78,4% Holanda (75,7%), Estados Unidos (73,3%) e França (61,6%).

    Falta às aulas
    Também o Brasil está na média, com 38,4%. Suécia (67,2%), Finlândia (64%) e Canadá (61,8) têm números maiores. O menor índice é da República Checa (5,7%).

    Vandalismo e roubo
    O Brasil está em segundo lugar neste item, com 11,8% dos relatos dos professores, atrás do México, líder com 13,2% e à frente da Malásia, com 10,8%.

    Intimidação verbal entre alunos
    O Brasil lidera a pesquisa com 34,4% dos relatos de professores, seguido pela Suécia (30,7%) e Bélgica (30,7%).

    Ferimentos em briga de alunos
    O maior índice é do México (10,8%), seguido por Chipre (7,2%) e Finlândia (7%). O Brasil aparece em quarto com 6,7%.

    Intimidação verbal de professores
    O Brasil é primeiro lugar com 12,5%. Em seguida vem a Estônia (11%). (DO G1)

    CONTINUE LENDO


  • Mega-Sena pode pagar R$ 15 milhões neste sábado

    O sorteio do concurso 1.680 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (21), poderá pagar o prêmio de R$ 15 milhões para quem acertar as seis dezenas.

    Se aplicado na poupança, o valor do prêmio rende mais de R$ 88,4 mil por mês. Com o valor também é possível adquirir 25 imóveis de R$ 600 mil cada, ou uma frota de 115 carros de luxo.

    O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), em Flores da Cunha (RS). Quem acertar quatro ou cinco números também é premiado.

    Para apostar
    A Caixa Econômica Federal faz os sorteios da Mega-Sena duas vezes por semana, às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 2,50.

    Probabilidades
    A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 2,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

    Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 12.512,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.



  • Hotel comprado por Eike sofre com abandono e é alvo de furto

    Prédio sofre com pichações e abandono. Moradores de rua descansam em frente ao hotel Bruna Oliveira / R7

    Para morador do bairro, Hotel Glória virou "retrato da decadência" do ex-bilionário

    A reforma do tradicional Hotel Glória está parada novamente. O prédio do antigo cinco estrelas, situado entre a Igreja Nossa Senhora da Glória do Outeiro e o Parque do Flamengo, é hoje um canteiro de obras fantasma. Segundo vizinhos do hotel que foi símbolo de luxo e poder na capital fluminense, não há movimentação de operários no local há mais de um ano. O R7 visitou o prédio e constatou seu estado de abandono — a reforma está parada, os muros estão pichados, o edifício foi alvo de furto e moradores de rua adotaram o entorno para descanso. Quem vive no bairro relata até mesmo um aumento da criminalidade da região.

     

    O hotel, que um dia foi hospedagem preferencial de presidentes da república (conheça a história abaixo), foi comprado em 2008 pelo ex-bilionário Eike Batista, que teve uma série de bens apreendidos neste mês. A Justiça Federal mandou bloquear R$ 3 bilhões do empresário para, em caso de condenação por crimes contra o mercado financeiro, os pagamentos de indenizações e multa sejam realizados.

    Após a compra do hotel por Eike, a reforma animou moradores do bairro, que viram a perspectiva de melhorias na região. Entretanto, há cerca de dois anos, as obras foram interrompidas. Com a desconstrução do império de Eike, o fundo suíço Acron, especializado em investimentos imobiliários, comprou o Hotel Glória em fevereiro do ano passado e anunciou a reabertura do empreendimento para os Jogos Olímpicos de 2016.

    Havia a expectativa de um avanço nas obras, porém a reforma continua abandonada. Em novembro passado, Eike voltou ao negócio. O brasileiro que figurou na lista da revista Forbes como um dos mais ricos do mundo firmou parceria com o grupo europeu. Segundo comunicado, trata-se de um "acordo vinculativo para o desenvolvimento da reforma do Hotel Glória". Entretanto, desde então, nada aconteceu.

    A reportagem verificou que oito seguranças se revezam na ronda para evitar invasões ao terreno. No entanto, há duas semanas, os vigilantes não conseguiram evitar o furto de cabos de energia que deixou parte da construção sem luz por ao menos 15 dias. Para um dos funcionários, "as obras não serão retomadas tão cedo".

    — Nas últimas semanas, tiveram várias reuniões aqui. Uma funcionária da EBX [empresa de Eike Batista] avisou que a reforma do hotel não será retomada tão cedo. Ela usou essas palavras. Além disso, informou que todas as máquinas serão recolhidas após o Carnaval.

    Procurada pelo R7, a assessoria de imprensa da EBX, empresa de Eike Batista, se limitou a dizer que não comenta as perguntas sobre como funciona o acordo e o andamento das obras. Já a Acron não retornou o contato. A construtora Método, responsável pela reforma, também não atendeu à reportagem.

    Com dificuldades para iniciar obras e conseguir licenças ambientais, o empresário também vendeu, em setembro de 2014, a MGX, concessionária da Marina da Glória. O projeto do hotel fora idealizado por Eike para integrar a área de eventos na marina. A BR Marinas adquiriu 100% do empreendimento, localizado próximo ao hotel. O contrato de concessão vai até 2036.

    A rede, responsável por oito marinas no País, iniciou as obras para a revitalização da Marina da Glória no final do ano passado. O objetivo é atender ao setor náutico, aumentando as vagas de barcos de 240 para 655. A obra deve ser finalizada em fevereiro de 2016 visando aos Jogos Olímpicos, quando a Marina da Glória sediará as provas de vela.

    Reforma e ruínas

    A REX, braço imobiliário do grupo EBX, comprou o Hotel Glória da família Patajós por R$ 80 milhões. A reforma começou em 2010. Na época, o empresário apresentou um projeto de modernização ambicioso que colocaria o hotel entre os dez melhores do mundo. A previsão era de que o empreendimento, que passaria a se chamar Glória Palace, ficasse pronto para a Copa do Mundo de 2014.

    A reforma contou com financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Em 2010, o banco aprovou empréstimo de R$ 190 milhões. Segundo a assessoria de imprensa do BNDES, apenas a primeira parcela, no valor de R$ 50 milhões, foi liberada.

    O ex-bilionário vendeu o hotel para o fundo suíço no auge da crise financeira que abateu as empresas X. Os valores da negociação não foram divulgados. À época da compra do hotel, o Acron anunciou que o Hotel Glória irá oferecer 352 quartos, restaurantes, um teatro, lojas, um ginásio e uma piscina com vista para o Pão de Açúcar.

    Os moradores do bairro da zona sul do Rio lamentam o estado em que o Hotel Glória se encontra. Cercado de andaimes e tapumes, o prédio está em ruínas. Apenas a fachada original foi preservada.

    A história do hotel ficou na memória de quem um dia frequentou o antigo cinco estrelas. Um morador do edifício Itacolomy, vizinho ao Glória, que vive há 30 anos no mesmo local, relembrou os bons tempos.

    — Eu almoçava com frequência lá. O hotel tinha obras de arte, um lustre lindo na entrada. Ele era mais bonito do que o Copacabana Palace, que foi desenhado pelo mesmo arquiteto.

    O morador, que preferiu não se identificar, contou ainda que a paralisação da obra provocou um aumento da criminalidade na região.

    — Agora tem furtos, tráfico de drogas e mendigos aqui em frente. Antes, não existia isso. Tinha um movimento muito grande de pessoas e seguranças.

    Um sinal claro de abandono do Glória são as pichações nos muros, algumas com ofensas a Eike Batista. O chileno Pedro Morales, que mora no bairro há quatro anos, disse que é difícil não associar o esqueleto do hotel à derrocada do empresário.

    — O hotel virou um retrato da decadência do Eike Batista. O megaprojeto dele virou nada.

    Almir da Silveira vive na Glória há 22 anos e reforça as críticas. Indignado, ele diz acreditar que Eike Batista deveria responder criminalmente pela interrupção do projeto.

    — Se o Brasil fosse um país sério, o Eike estava preso. O que ele fez com o Hotel Glória é um crime. Eu entrei várias vezes no hotel. Era lindo por dentro. Eu admirava a imponência dele.

    A onda de frustração atingiu também o mercado imobiliário, que esperava a valorização dos imóveis na Glória. Segundo o corretor Rafael Portella, o início das obras vislumbrou uma transformação do bairro.

    — O mercado especulou uma valorização de 15% a 20% dos imóveis na região. Mas as obras não foram concluídas e a expectativa não se concretizou. O que eu posso dizer é que hoje o bairro não está mais em ascensão devido à reforma do Hotel Glória estar parada.

    Passado de glória

    O Hotel Glória foi inaugurado para receber missões oficiais da Exposição Internacional de 1922 em comemoração ao centenário da Independência do País. O prédio projetado pelo francês Joseph Gire tinha até um cassino. O estabelecimento hospedou de Albert Einstein a Madonna, passando por presidentes como Washington Luis e Luiz Inácio Lula da Silva.

    Segundo o professor do departamento de Teoria e História da Arte da UFF (Universidade Federal Fluminense), Paulo Knauss, o Glória já nasceu com destaque para o cenário nacional.

    — O Rio de Janeiro foi a capital federal até 1960 e a vida política atraía grande movimento para os hotéis. Muitas festas eram realizadas nos salões do Glória. Era o hotel de luxo mais próximo do centro do Rio e isso o favorecia. No centro, estavam os grandes teatros e o Glória era um lugar de recepção para estrelas mais notáveis.

    Bailes de Carnaval, com concursos de fantasia, se firmaram como tradição do Hotel Glória. Trinta e quatro edições foram realizadas até 2008, quando o hotel fechou as portas para reforma. No auge, foi frequentado por personalidades, como o carnavalesco Clovis Bornay.

    Em 1950, a família Rocha Miranda, da geração dos fundadores, vendeu o hotel para os Tapajós. Após a mudança de proprietários, o Hotel Glória mudou de perfil. De acordo com Knauss, o espaço de entretenimento deu lugar aos negócios após a construção de um centro de convenções no local.

    Para o historiador Milton Teixeira, o valor histórico do prédio se perdeu quando Eike fez um leilão da mobília do hotel.

    — O Eike fez um leilão de prataria, mobília colonial brasileira, obras de arte de pintores franceses do século 19, porcelanas e vasos chineses entre os amigos dele.

    Há quem conte ainda que um lustre de cristal do hotel encantou a cantora Madonna, em sua passagem em 2008, durante sessão de fotos. A Rainha do Pop teria feito uma proposta pela compra da peça, mas ganhou o mimo de presente do empresário. A história nunca foi confirmada oficialmente.

    CONTINUE LENDO


  • Torcedores lotam quadra da Beija-Flor cantando 'a campeã voltou'

    Diretor da comissão de carnaval da Beija-Flor, Laíla comemora resultado (Foto: Alexandre Durão/G1)

    Aos gritos de “A campeã voltou”, os torcedores da Beija-Flor festejaram o 13º título da escola de Nilópolis pouco despois das 18h desta quarta-feira (18), antes mesmo de a vitória ser declarada oficialmente. Mas, pela contagem dos pontos, a azul-e-branca da baixada Fluminense não tinha mais chance de perder.

    Por volta das 20h, quando chegaram à quadra Neguinho da Beija-Flor, que cantou o samba no desfile vitorioso, e o presidente de honra da escola Aniz Abraão David, o Anísio, a quadra já estava lotada.

    “Esse título é uma redenção do ano passado. O sétimo lugar a Beija nunca mereceu. Esse título é resultado da abnegação do ano passado e da garra da Beija-Flor”, disse o presidente Farid Abraão David.

           

    O sétimo lugar de 2014 ficou entalado na garganta de Neguinho: "O sentimento é de dever cumprido porque ficou engasgado. Ganhou a escola que errou menos”.

    O mau resultado de 2014 também abalou Selminha Sorriso: ”A gente trabalhou muito para pagar o ano passado, quando a Beija-Flor ficou fora do Desfile das Campeãs. Sem raiva e sem rancor. Só trabalho. Tenho oito títulos, mas a emoção é sempre a mesma”, disse a porta-bandeira da Beija-Flor, que já desfilou 20 carnavais pela escola.

    Raíssa de Oliveira, a rainha de bateria, considerou o desfile da Beija-Flor muito bom. "Eu estava confiante porque fizemos um ótimo desfile”, disse.

    Enzo Celulari, filho da musa da escola, a atriz Claudia Raia, com Edson Celulari, era só elogios: "Foi um desfile sensacional. A Beija-Flor tem um dos melhores sambas-enredo. Uma escola que acompanho desde pequenininho", comemorou.

    Para o carnavalesco Fran-Sérgio, colecionando seu oitavo título pela escola de Nilópolis, o desfile foi impecável. "Eu achava que o Salgueiro também tinha feito um desfile impecável, mas tivemos algo a mais. A briga acirrada foi justa. A Guiné Equatorial é um enredo maravilhoso", disse.

    Para Laíla, diretor da Comissão de Carnaval, a vitória veio acompanhada de desabafo: “A gente está sempre buscando fazer o melhor para a escola de samba. Eu amo a minha escola, mas o enredo foi tão questionado, até mesmo dentro da escola. Me questionaram muito”, disse, aos prantos.

    Com o título de 2015, a Beija-Flor, com 13 campeonatos, se aproxima da Mangueira, que já venceu 17 vezes e é a segunda maior campeã do Grupo Especial, desde 1932. A Portela lidera com 21 títulos.

    O título da escola de Nilópolis não era conquistado desde 2011. Os outros campeonatos vencidos foram em 1763 ,1977, 1978, 1980, 1983, 1998, 2003, 2004 , 2005, 2007 e 2008.

    No sábado (21), seis escolas voltam à Sapucaí a partir das 21h30 para o Desfile das Campeãs. A ordem é inversa à da colocação. A sexta colocada, Imperatriz, abre a festa, seguida de Portela, Unidos da Tijuca, Grande Rio e Salgueiro, fechando com a campeã Beija-Flor.

    Na quadra da Beija-Flor, às 21h já não cabia mais ninguém e o calor era forte. A festa se trasnformou em baile de carnaval, com os músicos tocando marchinhas e sambas. Os torcedores vestiam em sua maiora roupas com as cores da escola: azul e branco. E diziam que a festa não tinha hora para acabar.

    O desfile
    A escola mostrou o enredo: "Um Griô conta a história: um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade". A exaltação da cultura e da alma africana já havia dado à escola azul e branca da Baixada Fluminense vários campeonatos, que no total faturou 12 títulos no carnaval carioca. 

    Em 2015, a Beija-Flor voltou a abusar do  luxo e da tradição. Foram poucas as inovações ou os recursos tecnológicos. A aposta maior foi na perfeição técnica e na empolgação dos integrantes, que na avenida esqueceram o sétimo lugar de 2014 para voltar a sonhar com um posto mais alto.

    A voz única e marcante de Neguinho da Beija-Flor, que completa 40 anos de escola, fez do samba-enredo o ponto alto e manteve a empolgação dos 3.700 componentes, distribuídos em 42 alas, sete carros e um tripé.

    Homenagem polêmica
    A Beija-Flor recebeu patrocínio da Guiné Equatorial, o país africano homenageado no enredo, que é uma ditadura comandada há 35 anos por Teodoro Obiang Nguema Mbasogo e tem como base da economia a exploração do petróleo. O patrocínio gerou muita polêmica.

    O presidente da Beija-Flor, Farid Abraão, negou que o governo da Guiné Equatorial tivesse investido R$ 10 milhões no carnaval da escola, mas admitiu ter recebido contribuição, sem, no entanto, informar o valor.

    "A gente pegou um enredo para falar de um país africano, um país que até então muita gente não conhecia. Nossa questão aqui é carnaval. O regime não nos compete. Cuba era odiado pelo mundo democrático e hoje está sendo abraçado", disse Farid, em entrevista ao G1.

    CONTINUE LENDO


  •  Vai-Vai é campeã do carnaval de São Paulo

    Vai-Vai é campeã do carnaval de São Paulo Escola do Bixiga venceu disputa acirrada e superou a Mocidade só no último quesito.

    A escola de samba Vai-Vai venceu o carnaval 2015 em São Paulo. A taça foi conquistada com uma virada no quesito evolução, último da lista. Até a abertura dos quatro envelopes finais, a Mocidade Alegre liderava, mas terminou em segundo com 269,6 pontos. A campeã somou 269,9.

    Foram rebaixadas Mancha Verde, com 267,9 pontos, e Tom Maior, com 267,7. A Mancha Verde celebrou o centenário do Palmeiras. Já a Tom Maior defendeu o enredo "Adrenalina".

    Penúltima a entrar no Anhembi, a Vai-Vai fez um tributo à cantora Elis Regina, que completaria 70 anos em 2015. A vice Mocidade, fez uma homenagem à Marília Pêra.

    Confiança na virada
    O integrante da diretoria da escola, ex-intérprete e ex-presidente Thobias da Vai-Vai afirmou que confiava na virada. "Eu sabia que ia acontecer isso, no (quesito) evolução a gente ia tirar a diferença, eu acredito na comunidade", disse. "(O ano é) 2015 e esse é o título número 15. Elis Regina, não é por acaso. Os números não mentem jamais", disse.

    Para ele, a "Pimentinha", como era conhecida Elis, está feliz. "A Pimentinha está feliz onde ela estiver", disse.

    Segundo Thobias, o vice da Mocidade, que competia para levar o tetra, faz bem ao carnaval. "Isso é sadio, é para mostrar pra todo mundo que não tem isso que a escola A ou B é melhor. É muito melhor quando uma escola vem e surpreende como a gente fez agora", disse.

    Rainha da bateria da Vai-Vai, Camila Silva disse que o título foi uma resposta. "Falaram que nossos carros estavam no ferro. Aí está a resposta", disse. Ela também elogiou a escolha do enredo sobre Elis Regina. "Não vivi essa época, mas a música dela ainda é atual. Elis é um mito", afirmou.



  • Roupa de Claudia Leitte em desfile na Sapucaí vira meme na web

    Herói de desenho infantil também recebeu comparações (Foto: Reprodução/ Twitter)

    Internautas criaram memes com vestido extravagante da cantora.
    Ela foi comparada a diversos personagens de desenhos infantis.

    Em seu primeiro desfile na Marquês de Sapucaí, a cantora Claudia Leitte ousou e se apresentou vestida de sol, desfilando pela Mocidade Independende de Padre Miguel. E como não poderia ser diferente, o look diferente de Claudia virou piada na web. Diversos internautas compararam a fantasia a personagens de desenhos infatins e de gibis.