BUSCA PELA CATEGORIA "BRASIL"

  • Nivaldo Prieto lembra de Luciano do Valle e se emociona em programa ao vivo

    Narrador não se conteve ao lembrar da morte do colega, Luciano do Valle

    A emoção tomou conta do narrador Nivaldo Prieto, da Band, no domingo (20), pouco antes de começar o jogo do São Paulo contra o Botafogo, no Morumbi. Ao ser chamado por Milton Neves no programa ao vivo, Nivaldo não segurou as lágrimas e desabou a chorar ao lembrar da morte do colega Luciano do Valle, que teve morte súbita no último sábado (19).

     



  • Brasilia: Marco Prisco divide cela com 16 presos em presídio, diz advogado

    Prisco está preso desde sexta-feira no Complexo Penitenciário da Papuda / Correio (Foto: Robson Mendes)

    O vereador Marco Prisco (PSDB) está dividindo uma cela comum com 16 presos no Complexo Penitenciário da Papuda, presídio federal de segurança máxima em Brasília, segundo o diretor jurídico da Associação de Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Fábio Brito. De acordo com o advogado, os detentos são de diversas partes do país. “Estão desrespeitando a prerrogativa de prisão especial para vereadores”, critica Brito. 

     
    A equipe de advogados de Prisco espera que o pedido de habeas corpus para tentar revogar a prisão preventiva seja analisado ainda neste domingo (20) pela ministra Cármen Lúcia, no Supremo Tribunal Federal (STF). 
     
    O recurso foi protocolado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1ª), mas como o vereador foi indiciado por crimes políticos, previstos na Lei de Segurança Nacional, a medida foi negada pelo desembargador José Amílcar Machado, que considerou que a corte não tem competência jurídica para analisar o caso. 

     

    O recurso, então, foi encaminhado, no sábado, pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para a apreciação no Supremo Tribunal Federal (STF). “Estou muito confiante, tanto que já compramos a passagem dele de volta”, disse o advogado Vivaldo Amaral, que chefia a equipe jurídica de Prisco. O recurso foi protocolado pessoalmente, ontem, em Brasília, porque o sistema online do TRF-1ª estava fora do ar. 



  • Velório e enterro de Luciano do Valle acontecem hoje em Campinas

    Luciano do Valle nasceu em Campinas e torcia pela Ponte Preta / R7 / Foto: Reprodução

    Nascido em Campinas e torcedor assumido da Ponte Preta, Luciano do Valle, morto no último sábado (19), será velado e enterrado em sua cidade natal, neste domingo (20).

    De acordo com nota oficial divulgada pela TV Bandeirantes, Luciano será velado na Câmara Municipal de Campinas. Em seguida, o enterro acontece no Cemitério Parque Flamboyant.

    De acordo com apuração da TV Record, um médico identificado apenas como Paulo, que estava no avião, disse que Luciano do Valle teve queda de pressão, dor nas costas e desconforto estomacal, além de muita dificuldade em respirar enquanto viajava para cobrir a partida entre Altético-MG e Corinthians, neste domingo, em Uberlândia-MG.  

    Duas unidades de resgate do Corpo de Bombeiros ficaram de prontidão no aeropoerto de Uberlândia. O avião pousou às 14h50, e Luciano foi encaminhado para o saguão. Em seguida, foi removido para a ambulância que seguiu para o hospital Santa Genoveva, no centro da cidade mineira. Os médicos tentaram reanimá-lo, mas às 16h15 o foi constatada a morte do jornalista.   



  • Manaus: Caminhão de som sem freio mata três fiéis em procissão da Via-Sacra

    Bocão News / informações do Terra Notícias / Foto: Reprodução

    Três mulheres morreram e outras quatro pessoas ficaram gravemente feridas na tarde da última sexta-feira (18), na zona centro-oeste de Manaus, quando um caminhão de som que acompanhava uma procissão da Via Sacra ficou sem freio e atropelou os fiéis. O acidente aconteceu por volta das 17h no momento em que as pessoas desciam uma ladeira em frente à Fundação Centro Estadual de Controle de Oncologia (FCecon), na Avenida Francisco Orelana, no conjunto Dom Pedro. Segundo informações da Polícia Militar, o caminhão de som que acompanhava a procissão perdeu o freio e saiu atropelando as pessoas. O motorista do caminhão, Orelino Siqueira, 49 anos, foi detido pela polícia logo após o acidente. Esse era o segundo ano dele como motorista contratado pela paróquia para acompanhar a procissão.

     

     

    Mais de cem pessoas acompanhavam a Via Sacra no momento do acidente. Os primeiros socorros foram dados por funcionários da FCecon, que atenderam as vítimas no chão do estacionamento da unidade de saúde. Duas mulheres, identificadas como Tânia Magalhães Gomes e Cleide Bastos Antela, segundo o Instituto Médico Legal (IML), morreram no local. A terceira vítima morreu no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do bairro da Alvorada, na zona centro-oeste  de Manaus. O nome dela ainda não foi informado pelo IML.



  • Campanha de Vacinação contra a gripe começa na próxima terça-feira

    Agência Brasil / Foto: Reprodução

    Começa na próxima terça-feira (22) a campanha nacional de vacinação contra a gripe, que continua até o dia 9 de maio, tendo o dia 26 como o dia de mobilização nacional. Neste ano, a faixa etária foi ampliada para crianças de seis meses a menores de cinco anos.
     
    O público-alvo da campanha em todo o país é de 49,6 milhões de pessoas e o Ministério da Saúde tem a meta de vacinar 80% deste público. Também compõe este grupo pessoas com 60 anos ou mais, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional. As pessoas portadoras de doenças crônicas não-transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais também devem se vacinar. Para esse grupo não há meta específica de vacinação.
     
    Na Bahia, o público-alvo é composto de 3.297.342 pessoas e foram enviadas 3.561.130 doses para o estado. Em todo o país, 53,5 milhões de doses da vacina serão distribuídas, a qual protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela OMS para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). 

     

     
     



  • José Serra está internado no Hospital Sírio-Libanês

    BN / Foto: Agência Brasil

    O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) está internado no Hospital Sírio-Libanês. A informação foi confirmada à reportagem pela assessoria de imprensa do hospital, que não deu detalhes sobre a internação, por exemplo, a data de entrada ou os motivos de saúde. Indagado sobre se haveria algum boletim médico a ser divulgado durante o dia, a assessoria de imprensa respondeu que não há previsão. No fim de janeiro deste ano, Serra passou por uma cirurgia na próstata no mesmo hospital. Em julho de 2013, durante avaliação pré-operatória sobre a hiperplasia prostática benigna, o ex-governador acabou tendo de ser submetido a um cateterismo cardíaco, sendo indicado tratamento percutâneo com colocação de um stent, o que adiou a intervenção cirúrgica na próstata.



  • Polícia não pode fazer greve. Mas e daí?

    Por Giambatista Brito / Foto: Reprodução

    No Brasil o direito de greve é constitucional. Está lá no art. 9º da Constituição Federal: 

    "É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender" 

    Também na constituição lá no seu parágrafo 5º pode-se ler "Ao militar são proibidas a sindicalização e a greve". Ou seja, todo trabalhador pode organizar-se e fazer greve, não podem bombeiros e PM's que atendem ao regime militar. Mas nem no Brasil, nem em lugar algum do mundo, as leis valem alguma coisa só porque estão escritas. 

    Apesar do "direito constitucional" as greves na iniciativa privada são sempre muito difíceis de ser decretadas porque nas empresas sempre vale o poder do patrão pronto pra demitir quem for mais atrevido ou falador. Não existe "estado democrático de direito" que regule ou coíba as práticas ditatoriais nas empresas privadas. Vale o assédio e o medo permanente de perder o emprego. E quando mesmo assim a indignação vence todas as barreiras e ganhas as ruas, a justiça via de regra logo vota sua ilegalidade. 

    Nos serviços públicos a greve também é garantida desde que nunca seja posta em prática. Não importa se o salário esteja congelado a anos, que os direitos das categorias sejam desrespeitados, nem nada, os servidores sempre são "privilegiados preguiçosos e insensíveis". Se fazem greve "sempre quem sai perdendo é a população mais pobre carente dos serviços públicos". E se no fim das contas os trabalhadores dos serviços públicos vencem a intimidação geral e irrestrita e cruzam os braços, lá vem a justiça que mais uma vez via de regra vota a ilegalidade. 

    Por fim, militares e bombeiros não podem fazer greve nem sequer se sindicalizar. Isso seria insubordinação, motim. E isso é inadmissível. Não por causa da segurança da população. Nada disso. A segurança pública não é, nem nunca foi a preocupação dos donos do Estado. Imagine você se cabos e soldados com acesso às armas que mantém a ordem descobrem o poder da greve. Isso não se pode admitir. Mas eis que a vida é bem mais cheia de cores do que as tintas podem escrever no papel.
     Pois é. Poder não pode. A "lei" não deixa. Mas e daí? O que temos que fazer é rediscutir todo o tema da segurança, inclusive trazendo a tona o debate urgente e necessário da desmilitarização da polícia.



  • PF teme manifestações na Copa, mas não tem ideia da dimensão que terão

    Onda de protestos espontâneos tomou o país de surpresa, ofuscando a Copa das Confederações (Foto: AP)

    Durante a Copa do Mundo, que terá jogos em 12 capitais do país entre 12 de junho e 13 de julho, o maior temor, em termos de segurança, não é o de um ataque terrorista, mas as manifestações que podem ocorrer durante a competição, diz, em entrevista exclusiva aoG1, o delegado Felipe Seixas, coordenador nacional da segurança de grandes eventos da Polícia Federal

    “As manifestações, sem dúvida, seriam hoje a nossa maior preocupação. A probabilidade delas acontecerem é altíssima, sabemos que irão acontecer, mas não sabemos exatamente qual a proporção. Pode ser que sejam piores ainda do que na Copa das Confederações. Pode ser que sejam mais violentas”, afirma o delegado.

    “Sabemos que vai ter, mas não se sabe ainda exatamente qual vai ser a dimensão destes movimentos”, acrescenta. “Já um ataque terrorista, a gente acredita que não vai acontecer, e estamos trabalhando para que isso não ocorra. E, caso ocorra, que a resposta do Estado seja o mais rápido possível”.

    Durante a Copa das Confederações, em junho de 2013, protestos ocorreram em diversas cidades do país pedindo melhorias no transporte público e na saúde, dentre outras reivindicações. Os atos levaram milhares de pessoas às ruas do país e, em muitos casos, terminaram de forma violenta, com depredações e confrontos. As polícias foram acusadas de excesso de uso de munição não letal, como gás lacrimogêneo, spray de pimenta e balas de borracha, que deixaram feridos em vários estados. A corporações disseram ao G1 que “foram pegas de surpresa” pela violência. 

    Para o delegado, após a Copa das Confederações, as policias se prepararam para enfrentar os protestos que devem ocorrer neste ano e não será necessário o emprego de militares nas ruas. Em casos excepcionais, o governo do estado reconhece a incapacidade de atuação e pede intervenção federal.

     

    Agentes da PF vão aumentar a segurança em
    aeroportos durante a Copa (Foto: PF/Divulgação)

     

    “Eu acredito que os estados conseguem responder às manifestações. Desde então, houve investimentos em segurança, como a compra de armas menos letais, treinamentos da tropa. Além disso, a Força Nacional estará pronta para ajudar. Os militares só serão empregados se o estado reconhecer que suas forças não estão fazendo frente às ameaças e solicite ação federal, o que não acredito que ocorrerá. As forças de segurança têm experiência e maturidade para fazer frente a elas”, entende o delegado Seixas.

     

     

          

     



  • BR-116: Acidente com ônibus que seguia para Vitória da Conquista (BA), deixa quatro mortos

    G1

    Um acidente envolvendo um ônibus e uma carreta, na manhã da última segunda-feira (14), na BR-116, próximo a Engenheiro Caldas (MG), deixou pelo menos quatro pessoas mortas. O ônibus, da empresa Salutaris, do grupo Aguia Branca, saiu de São Paulo (SP) às 17h de domingo, com destino a Vitória da Conquista (BA), com 43 passageiros e o motorista. Com a batida, o ônibus arrancou toda a parte lateral da carroceria.

    De acordo com o motorista da carreta, que não quis ser identificado, o ônibus teria invadido a pista contrária. Um dos passageiros do ônibus, o autônomo Magno Amorim, contou que o motorista do veículo havia parado em um posto de gasolina cerca de 15 minutos antes do acidente acontecer para “lavar o rosto”. Há a suspeita de que ele tenha dormido ao volante. Porém, de acordo com a PRF, somente após a perícia, será possível dizer quais foram as causas do acidente. A maioria dos passageiros dormia na hora do acidente. “A gente só viu o estalo e as tábuas da carreta entrando no ônibus, conta o passageiro Iraildo de Souza. “[Depois do acidente], a gente foi pulando por cima das cadeiras, das pessoas e das crianças, diz Francisca de Souza. De acordo com a passageira, o motorista do ônibus soube controlar o veículo depois do acidente e ajudou os feridos.  A empresa de ônibus providenciou outro veículo para continuar a viagem com os passageiros que não ficaram feridos. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Governador Valadares, duas pessoas ficaram presas nas ferragens. Elas foram socorridas e levadas em estado grave para o Hospital Municipal de Valadares.



  • Rio de Janeiro: Descoberta macabra, cadáveres de 40 bebés amontoados em hospital

    O Ministério Público brasileiro está a investigar a descoberta macabra no Hospital Pedro Ernesto, no Rio de Janeiro. / Bocão News / Fonte: Agência Estado / Foto: Reprodução

    Um caso chocou a população carioca nesta segunda-feira (14). Isso porque o Ministério Público Estadual quer que o Hospital Universitário Pedro Ernesto, ligado à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), identifique por exame de DNA os corpos de 15 bebês que estão abandonados no necrotério da instituição, alguns há mais de 4 anos.

    Ao todo, foram encontrados 40 corpos de recém-nascidos amontoados ali. O diretor do hospital, Rodolfo Nunes, reconheceu a falha e informou que abrirá sindicância para corrigir os problemas. O caso foi descoberto por acaso. Uma mulher deu à luz em junho de 2012 um bebê prematuro de 6 meses, e que pesava 800 gramas. Usuária de crack, ela abandonou o menino no hospital. A promotoria da Infância e Juventude foi comunicada, como é de praxe. 

    A criança morreu em agosto e a promotoria enviou ofício, em que pedia informações sobre o sepultamento do bebê, para encerrar o caso. Não havia documento, porque o menino continuava no necrotério do hospital. A promotora Ana Cristina Macedo vistoriou o necrotério e encontrou 40 corpos de bebês, 15 deles sem identificação nenhuma. "Eram corpos amontoados, mal armazenados. Uma situação estarrecedora, difícil de contar", disse em entrevista ao Fantástico. Rodolfo Nunes disse à reportagem que o corpo do bebê havia sido encontrado e seria sepultado. "Há um problema social de as pessoas não buscarem os corpos dos seus filhos que evoluíram mal e vieram a falecer. Não se tem prazo máximo para sepultamento e você pode ter a expectativa de que o familiar vai vir pegar o corpo", afirmou. Além de exigir a identificação dos bebês por DNA, o MP pediu a lista com nome e endereço de todos os pais e cobrou que as crianças recebam "sepultamento digno".

     



  • 'Infestação de baianos e goianos traria fome', diz prefeito no RS

    BN com informações do G1 / Foto: Divulgação / Prefeitura de Carlos Barbosa

    O prefeito de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, causou polêmica ao falar sobre migração para o município, atualmente em 1º lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) do estado. Fernando Xavier da Silva (PDT) disse que uma "infestação de baianos e goianos" poderia trazer "fome" para a cidade com menos de 27 mil habitantes. As declarações foram dadas em 31 de março, durante um festival gastronômico. Procurado pelo G1, o prefeito relatou inicialmente que “não disse isso”, mas em seguida ponderou que não lembrava das afirmações. “O que mais me deixa chateado é que eu não lembro o que eu falei. Se eu disse uma bobagem dessas, não me lembro de ter dito isso em forma de preconceito”, disse Silva. Para o prefeito, ele foi mal-interpretado quando disse que não pretendia fazer propaganda da qualidade de vida da cidade para não atrair uma população maior que ela teria condições de suportar. “Disse para eles terem cuidado de não instigar as pessoas de fora para morar aqui”, detalhou. Segundo a prefeitura, Fernando Xavier da Silva é o único prefeito que foi reeleito na história de Carlos Barbosa. Ele também é considerado o político que mais vezes governou o município, com quatro mandatos. (1993/1996, 2001/2004, 2009/2012, 2013/2016).



  • Marcos Oliver é preso sob acusação de não pagar pensão da filha

    Marcos Oliver é preso em São Paulo JDomingos / MF Models assessoria

    Marcos Oliver foi detido no início da tarde desta quinta-feira (10), em São Paulo, sob acusação de não pagar a pensão alimentícia da filha de 12 anos. A informação foi confirmada ao R7 por Fabíola Monarca, atual mulher de Oliver.

    Ela contou que o marido vinha ajudando a mãe da adolescente com uma quantia aproximada de R$ 1,5 mil reais, mas que por estar desempregado, acabou, dois anos atrás, fazendo um acordo verbal no valor de meio salário mínimo.
    — Oliver está pedindo ajuda porque foi preso. Oliver não conseguia mais pagar o valor pedido pela mãe da menina. Ela entrou na Justiça assim que Marcos saiu da Fazenda. Ela acha que ele está cheio da grana. E agora, se ele não pagar um valor de R$ 55 mil ele será levado para a prisão.

    Faby contou ainda que o ator havia feito diversos acordos com a mãe da filha dele, mas nenhum deles ela tinha aceitado. 

    — Oliver tentou muitos e muitos acordos, mas ela não aceitava. Ele já estava desempregado. A mãe da filha dele não aceitava que ele pagasse meio salário mínmo, e com isso a pensão foi  crescendo e ele acabou sendo preso. Assim que ele saiu da Fazenda, ela mandou o ofício para o juiz dizendo que ele não estava pagando, porque ela queria uma parte do dinheiro do reality.



  • Homem é detido após filmar partes íntimas de mulheres em shopping

    Reportagem iBahia

    Um homem de 31 anos foi detido em São José dos Campos, no interior de São Paulo, após ter sido flagrado filmando e fotografando as parte íntimas de mulheres em um shopping da cidade. De acordo com a Revista Veja, o homem estava sendo monitorado há uma semana pelas câmeras de segurança do estabelecimento e mesmo com o flagrante e com as fotos no celular, ele negou que estava assediando as mulheres. O homem esperava que mulheres vestindo saias ou vestidos entrassem em filas de lojas e fotografava por baixo de suas roupas sem que elas percebessem a ação. Ele foi ouvido pela polícia local e vai responder em liberdade por importunação ofensiva ao pudor, considerado contravenção penal por ter menor potencial ofensivo e terá que pagar uma multa estabelecida pela Justiça. O caso será encaminhado ao Ministério Público.



  • Acusado de roubar galo e galinha tem pedido de extinção de processo negado pelo STF

    BN / Foto: José Cruz/ Agência Brasil

    Um pedido de liminar para arquivamento de uma ação penal contra um homem acusado do roubo de um galo e uma galinha foi negado pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Afanásio Maximiliano Guimarães tentou roubar as aves, que foram avaliadas em R$ 40, no galinheiro da vítima, Raimundo das Graças Miranda. A Defensoria Pública solicitou a extinção do processo ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), baseado no princípio de insignificância, já que Afanásio devolveu os animais. Mesmo com o pedido, o TJ e o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negaram encerrar a ação e o caso foi para o STF. Pela decisão de Fux, a questão só poderá ser resolvida definitivamente após o julgamento do mérito do pedido. Por enquanto, caberá o requerimento de habeas corpus, após manifestação do Ministério Público Federal.



  • Aprovação da Copa cai para 48% em abril, aponta Datafolha

    Foto: Betto Jr/ Ag Haack/ Bahia Notícias

    A aprovação dos brasileiros sobre a realização da Copa de Mundo no Brasil caiu para 48% em abril deste ano, de acordo com pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (8). Outros 41% se declaram contra os jogos e 10%, indiferentes. A aceitação da população tem caído desde 2008, quando 79% se diziam a favor do Mundial. O índice diminuiu para 65% no ano passado. O estudo também apontou que, este ano, para 55% dos entrevistados, o campeonato tem mais prejuízos do que benefícios. Os moradores do Sul (61%) e Sudeste (62%) foram os mais pessimistas. Já no Nordeste, o maior peso ao prejuízos foi dado por 41%. A previsão negativa é de 55% no Norte/Centro-Oeste. A pesquisa foi realizada entre os dias 2 e 3 de abril, em 162 municípios, onde foram consultadas 2.637 pessoas. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.