Segundo a coordenadora pedagógica e mediadora do clube, Cláudia Brasília, mesmo com o isolamento social, o clube está em plena atividade. “Eles demonstram engajamento quanto às propostas do clube, que é a democratização do acesso à leitura e a formação de leitores criativos, críticos e proativos, ampliando, assim, a aquisição de novos conhecimentos, o repertório cultural e digital, a responsabilidade, a empatia e a cooperação”.

A diretora do colégio, Luciana Teixeira, falou de que forma a iniciativa tem refletido no desenvolvimento dos estudantes. “Estamos conseguindo fazer com que os alunos leiam mais. Este projeto traz um incentivo para novos leitores, uma vez que alunos que não tinham o hábito ou gosto pela leitura estão desenvolvendo estas habilidades e, com isto, incentivando outros alunos e outras pessoas e, assim, a coisa vai crescendo e tomando excelentes proporções”.

A estudante Kleidiane Semirames, 16, 2° ano, falou de sua experiência com o clube. “O clube está me trazendo ótimas vivências, como o prazer de voltar a uma rotina de leitura, de debates de assuntos variados e nos ajuda a perceber a importância que a leitura trás para a nossa formação como pessoa”.

Para Beatris Guedes, 17, 3° ano, o clube lhe abriu novos horizontes devido ao contato mais direto com a leitura. “O clube do livro foi uma experiência nova pra mim. Ainda estou me descobrindo nesse mundo da leitura e vejo que é algo muito satisfatório. Antes, eu não tinha o hábito e nem o interesse de ler livros e, depois desse projeto, tudo mudou. Eu não sabia o que estava perdendo. O clube me proporcionou isso, de ler livros que abram a minha mente e me faça refletir sobre o lugar em que eu vivo. Esses livros me fazem pensar em coisas que eu poderia fazer para melhorar como pessoa e cidadã desse mundo. Só tenho gratidão pelo clube do livro”, revelou a estudante.

Suspensão das aulas – Em função da situação de emergência de Saúde Pública provocada pelo Coronavírus, as aulas foram suspensas em toda a Bahia por 30 (trinta) dias, conforme decretos nº 19.529/2020, de 16 de março de 2020, e nº 19.542/2020, de 18 de março de 2020, do Governo do Estado. A reposição das aulas será realizada na rede estadual de ensino.

CONTINUE LENDO