• Em Barra da Estiva criança de dois anos está em estado grave após suposta tortura por parte do padrasto

    É grave o estado de saúde de uma criança de dois anos [vai completar 3 anos no dia 17 deste mês] que deu entrada no hospital Susy Zanfretta, em Barra da Estiva na manhã de ontem (11), vítima de suposto espancamento por parte do padrasto.

    De acordo com as informações do site Informe Barra junto ao Hospital Susy Zanfretta, a criança está com rebaixamento de consciência “semi coma” e teve que ser transferida para uma UTI em um hospital de Salvador, ainda na noite de ontem (11).

     

    As informações são de que a mãe teria dito que havia saído de casa para trabalhar, tendo deixado seu filho, ileso, sob a guarda de Rafael, seu companheiro e padrasto da criança. Minutos após ter chegado em seu trabalho foi informada que seu filho havia passado mal, pois teria dado convulsões e caído da cama, motivo das lesões no corpo, foi o que disse Rafael.

    Á criança foi levada para o hospital por sua mãe e a tia, Rafael também acompanhou; no entanto, quando chegou no hospital, Rafael teria pedido R$ 100,00 (Cem Reais)  que segundo ele, seria comprar remédios, mas depois disso desapareceu. A Polícia Militar foi acionada, assim como o Conselho Tutelar e a Polícia Civil, diante da situação. A Mãe e a tia foram ouvidas na delegacia.
    Os médicos teriam atestado que as lesões no corpo da criança não eram compatíveis com queda e sim com espancamento. Ainda de acordo com a mãe, Rafael já havia agredido o enteado outras vezes.

    A Polícia tem feito buscas mas até o fechamento desta matéria Rafael ainda não havia sido encontrado.

    Barra da Estiva
    C



MAIS NOTÍCIAS