• Idoso morre vítima de covid-19 e moradores impedem enterro na Chapada Diamantina

    Foto: Acervo Pessoal

    Ao tentar sepultar o corpo do  idoso Armando Carlos Mateus Barbosa da Silva, 70 anos, em um distrito do município de Palmeiras, na Chapada Diamantina, nesta terça-feira (26), a família  passou por momentos de aflição. De acordo com informações do Correio da Bahia, alguns moradores fizeram um protesto, bloquearam a via de acesso à região, e ameaçaram a família com pedras e pedaços de pau. Os moradores alegaram na imprensa local que o cemitério está passando por reformas e que o sepultamento de uma pessoa vítima da covid-19 no distrito os deixariam vulneráveis ao vírus. Já a família do idoso disse que o local não está em reforma, e que adotou todos os cuidados médicos devidos para o funeral.  O idoso foi internado no Hospital Português, em Salvador, no dia 16 de maio. Ele estava com covid-19 e morreu na madrugada de terça-feira. Apesar de ser natural de São Paulo, Armando morava há mais de 40 anos em Salvador, e foi na Bahia que ele casou e constituiu família. A esposa dele é de Palmeiras e eles têm um jazigo no cemitério de Campo de São João, distrito do município. O prefeito de Palmeiras, Ricardo Guimarães (PSD), informou que esteve na casa de um dos familiares do idoso, em Palmeiras, para tratar do sepultamento e que ficou acertado que a cerimônia aconteceria no Cemitério da cidade, e não no distrito. “Oferecemos toda a estrutura nos moldes de um sepultamento para covid-19 e deixamos alinhado que, no futuro, a família pegaria os restos mortais do senhor Armando e levaria para o jazigo da família no povoado de Campos do São João. Como o cemitério do povoado está passando por uma reforma e a nossa vigilância sanitária nos informou que o sepultamento de uma pessoa com covid-19 só poderia acontecer no chão ou a partir de uma cremação, não seria possível colocar o corpo do senhor Armando no jazigo da família, como era a vontade dos familiares”, afirmou o prefeito.

    Chapada Diamantina
    Palmeiras
    Covid-19







MAIS NOTÍCIAS