• PRF faz balanço das ações realizadas na Bahia

    As ações de combate ao crime provocaram prejuízos de milhões de reais às organizações criminosas, principalmente para o narcotráfico com a apreensão recorde de drogas, especialmente cocaína, que registrou um número dez vez maior de apreensão. Nos primeiros seis meses do ano, a PRF na Bahia foi responsável pela apreensão de 5 toneladas de drogas, sendo 3,5 toneladas de maconha; 1,4 toneladas de cocaína e mais 10 quilos de crack. Comparado ao mesmo período de 2019, a PRF havia registrado 154 quilos de cocaína; 6,3 toneladas de maconha; e 93 quilos de crack. Portanto, os números apresentados entre janeiro e junho deste ano, superam em dez vezes o volume de cocaína apreendido, o que representa um impacto financeiro de 55 milhões para os narcotraficantes.

    PRF
    Bahia
    crimes







MAIS NOTÍCIAS