• PRF garante segurança viária na escolta de pás eólicas destinadas a construção de parques de eólicos na Bahia

    Foto: Divulgação

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou a quantidade de escoltas de pás eólicas em rodovias federais que cortam a Região Nordeste do Brasil. As cargas fazem parte da construção de quatro parques de geração de energia renovável na Bahia.Os equipamentos são produzidos no Complexo do Pecém (CE), e além das estradas cearenses percorrem os estados do Piauí, atravessam o sertão de Pernambuco, até chegar na Bahia, perfazendo um percurso de mais de mil quilômetros da fábrica até as instalações dos parques eólicos. Na Bahia, as escoltas iniciam por Juazeiro ou Chorrochó e têm como destino final a cidade de Umburanas, passando em trechos das Brs 116, 324 e 407. As pás têm quase 80 metros de comprimento, excedendo em muito os limites regulamentares de tamanho, largura, altura e peso. Devido à dimensão e peso especiais desses equipamentos, seu transporte se torna um desafio logístico e rodoviário, que requer planejamento e infraestrutura que estejam de acordo com a legislação e que garantam a segurança viária. Toda a operação é feita em conjunto e envolve engenheiros, técnicos, policiais rodoviários federais, dentre outros profissionais. As rotas são detalhadamente analisadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Também é elaborado um plano para reduzir riscos, com o objetivo de garantir a segurança dos profissionais, bens e dos usuários das vias. Os motoristas devem redobrar a atenção ao se depararem com esse tipo transporte, pois as pás são transportadas em velocidade reduzida e tanto os profissionais de escolta quanto os policiais acompanham a viagem até o destino final. Os batedores da PRF garantem a segurança, a passagem do comboio e realizam a abertura e o fechamento da via quando necessário. Para que tudo ocorra conforme o programado, vários são os profissionais das diferentes áreas envolvidas na operação que se mobilizam e estabelecem a comunicação entre as equipes durante todo o trajeto.

     

    PRF
    Bahia
    parques de eólicos
    transporte







MAIS NOTÍCIAS