• OAB DE BRUMADO PROMOVE PALESTRA SOBRE COMBATE À CORRUPÇÃO

    A população brasileira tem demonstrado estar muito incomodada com a corrupção desenfreada, como se percebe nas redes sociais. Questiona-se, porém, o que de fato ela tem feito para conter tal prática? O cidadão pode agir em relação a isso, ou deve esperar apenas pela atuação das autoridades?

    A palestra “Instrumentos eficazes no combate à corrupção”, que será apresentada na Câmara de Vereadores de Brumado (Rua Abias Azevedo, no. 145, Bairro Monsenhor Fagundes), em evento aberto ao público, no dia 17 de junho/2015, às 19:00h, objetiva eliminar os quatro fatores que mais afastam a população de uma participação efetiva, na opinião do ministrante, Waldir Santos, que é Advogado da União e Presidente do Tribunal de Ética da OAB/BA: a falta de informação, o medo, a falta de tempo e a descrença na efetividade das leis e da Justiça. O modelo apresentado pelo advogado propõe uma atuação globalizada (www.conselhodecidadaos.com.br), integrante de um sistema em que o cidadão não atua em relação ao município em que reside, o que, sem exigir que a pessoa se desloque de onde mora, já que todas as informações e meios de comunicação se encontram na internet, torna mais efetiva a tarefa.


    Na mesma oportunidade será apresentado o plano de combate à corrupção aprovado pelo Conselho Federal da OAB e discutidos diversos aspectos da corrupção como elemento dificultador da atuação do advogado. Na apresentação do tema, a cargo do Conselheiro da OAB e Presidente da Comissão de Comissão Especial de Combate à Corrupção, Domingo Arjones, serão apresentados dados a respeito da trágica situação por que passa o judiciário baiano, e propostas as soluções que permitirão aos advogados o pleno exercício da sua função na sociedade, protegendo a vida, a liberdade e o patrimônio, entre outros direitos dos cidadãos.

    O propósito da OAB é mobilizar a população de todas as regiões da Bahia para que sejam colocadas em prática as propostas aprovadas pelo Conselho Federal, envolvendo não somente os advogados, mas todos os cidadãos em ações mais concretas contra a corrupção, em substituição ou paralelamente às atuais manifestações de indignação via redes sociais.

    A abordagem do tema irá mostrar que atitudes e medidas simples podem dificultar muito a prática de atos de improbidade pelos que detêm o poder ou se utilizam da proximidade dos maus gestores para obter benefícios econômicos indevidos. A utilização, mesmo por leigo, das excelentes ferramentas jurídicas atualmente disponíveis para reduzir a corrupção pode transformar a administração pública em um campo desinteressante para práticas lesivas aos justos interesses da sociedade.
    A palestra é uma boa oportunidade de promover um debate produtivo com os cidadãos de toda a Bahia, sobre tema relevantíssimo para a sociedade.  




MAIS NOTÍCIAS