BUSCA PELA CATEGORIA "CHAPADA DIAMANTINA"

  • Vídeo: Embriagado, homem atropela criança e colide carro contra poste em Cascavel/ Ibicoara

    Foto: Fabiano Neves / Destaquebahia

    Um homem atropelou uma criança de 07 anos no distrito de Cascavel/Ibicoara e em seguida colidiu o veículo contra um poste. A criança foi socorrida e encaminhada para o hospital de Barra da Estiva.

         

    O condutor do veículo, Elias Santos de Almeida, foi preso pela Polícia Civil após ser constatado que estava embriagado, comprovado posteriormente por um médico. 

           
    Ele fez uma conversão em alta velocidade e atropelou a criança que passeava de bicicleta pela rua. Câmaras de segurança registraram o momento, as imagens são impressionantes; veja abaixo.
     

     



  • Vídeo: Prefeito de Ibicoara anuncia realização de Concurso Público

    Mesmo após um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela então gestão do município de Ibicoara em 2012 para que fosse realizado um Concurso Público na cidade, deste 2003, não é realizado o certame. No entanto, em vídeo publicado e compartilhado nas redes sociais na tarde desta segunda-feira, dia 03,  o prefeito  Haroldo Aguiar anunciou que realizará Concurso Público em Ibicoara. Ainda não há informações sobre cargos e números de vagas que serão disponibilizadas.







  • Acidente grave na BR-242 deixa três vítimas fatais na Chapada Diamantina

    Foto: Guilherme Maciel

    Na última quinta-feira (08), três pessoas morreram em um grave acidente na BR-242, trecho que corresponde a cidade de Seabra, Chapada Diamantina. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um caminhão, carregado de cebola, e uma carreta bitrem que transportava soja, bateram de frente. Não há detalhes das causas do acidente, mas a PRF informou que os veículos ficaram destruídos. Com o impacto da batida, os veículos foram jogados para fora da pista. Duas das vítimas estavam no caminhão e a terceira era o motorista da carreta que capotou após a colisão. Apesar da carga de ambos os veículos ter ficado espalhados pela pista não houve interrupção do fluxo.



  • Casal está desaparecido em Ibicoara e Bombeiros e populares fazem buscas

    Está desaparecido em Ibicoara, Chapada Diamantina, o casal Gisele e Bruno, que sumiram desde da última sexta – feira (02). Segundo o site Informe Barra.
    Empenhado em elucidar o ocorrido, o prefeito de Ibicoara, Haroldo Aguiar, solicitou a ajuda do corpo de bombeiros de Lençóis.
         

    O prefeito recepcionou a equipe em seu gabinete ontem (05), e muito sentido pelo triste acontecimento, disse que: “Só nos resta pedir clemência ao nosso bom Deus e que dê força e fé aos familiares neste momento tão difícil. Em nome da prefeitura de Ibicoara quero agradecer ao corpo de bombeiros por ter atendido a nossa solicitação” disse, Haroldo Aguiar.



  • Chapada Diamantina: Acidente motociclístico deixa duas pessoas feridas em Ibicoara

    Foto: Destaquebahia.com.br

    Um acidente motociclístico ocorrido ontem (28),na Ba – 900 rodovia que dá acesso a Ibicoara, Chapada Diamantina, deixou duas pessoas feridas. O condutor perdeu o controle da direção, a moto saiu da pista e colidiu contra uma encosta à margem da pista.
    Ambos foram encaminhado pelo Samu 192 ao hospital de Barra da Estiva, sendo que um deles, de prenome Kioshe, foi posteriormente transferido para Vitória da Conquista para exames mais complexos que no Hospital de Barra da Estiva não são oferecidos.



  • ‘Ele escreveu que gritou muito, mas ninguém escutava’, diz mãe de espanhol que se perdeu na Chapada

    Isabel Tormo e Paola Ferrara, mãe e irmã do espanhol Hugo, estão na Bahia tentando confirmar a morte (Foto: Marina Silva/CORREIO)

    Em um ano e meio, a uma distância de 7,5 mil quilômetros, a espanhola Isabel Tormo, 60 anos, experimentou uma sensação desumana para uma mãe. Ela sentiu o filho morrer, aos poucos, dia após dia, mas nunca definitivamente. Nesse período, alimentou ao mesmo tempo esperança, culpa, raiva e uma profunda tristeza. Até que, enfim, está perto de encontrar a paz.    

    Até abril deste ano, Isabel não tinha qualquer informação concreta de como, porque ou em que circunstâncias Hugo Ferrara, de 27 anos, desapareceu na Chapada Diamantina. Isso desde 20 de dezembro de 2015. Em meados de abril deste ano, uma bolsa térmica com os pertences do rapaz foram encontrados. Dois dias depois, restos mortais humanos também foram localizados. Tudo leva a crer que são de Hugo.

    Entre os pertences, um diário. Na verdade, um livro e pedaços de caderno que foram utilizados por ele para explicar o que houve. “Ele escreveu para que soubessem o que tinha acontecido”, acredita Isabel, que, ao lado de Paola ferrara, 25, irmã de Hugo, está na Bahia para ter a confirmação da morte do rapaz. Ambas esperam o resultado de um exame de DNA. “A gente quer descansar para que ele também descanse”, resume a mãe.

    Nos escritos, ao qual tiveram acesso apenas em parte através de fotos enviadas pela polícia, a família encontrou algumas respostas. A maioria delas bem duras. Hugo relata que sofreu um acidente em uma cachoeira e, por isso, teve problemas de locomoção. Viveu o desespero de estar sozinho, ferido, no meio da mata, sem conseguir pedir ajuda. “Ele escreveu que gritou, gritou muito, mas ninguém o escutava”.

    Hugo dividiu os escritos em dias. Numerou cada um deles, tendo como referência inicial o acidente. Na última vez que escreveu, o “dia 6”, provavelmente era Natal. Hugo narra que caiu em uma pequena cachoeira. Fraturou um dos joelhos e o pulsos.

    “Tentou caminhar, mas só conseguiu fazer 40 metros em uma hora. Depois tinha uma cachoeira grande. Sabia que não conseguiria mais caminhar e tentou subir de onde caiu improvisando uma corda”, diz, com base no que leu, a irmã, que nos cedeu a imagem de uma das páginas, onde há um pequeno trecho, quase indecifrável. Hugo narra que chegou em um lugar mais cômodo e plano, de onde gritou e ouviu o barulho de aeronaves. “Os helicópteros estavam longe”, diz a mãe.

    Trilhas
    No registro do posto guia, Hugo marcou que faria duas trilhas. A da Cachoeira do 21 e a Cachoeira da Fumaça, só que por baixo. A família acredita que ele tentou fazer a trilha do 21, mas, por conta do acidente, optou descer pelo leito de um rio que não era a trilha. 

    “Era uma espécie de cânion de um rio, perto da Fumaça por cima”, observa a irmã. Reproduzindo o diário, a mãe destaca que as circunstâncias eram difíceis. “Ele procurou ir pela beira do rio. Então cada vez estava mais longe da trilha e das aeronaves, que naquela época apagavam incêndios. Como estava quente, a opção dele foi ir pelo rio”. Ferido e perdido, porém, Hugo não resistiu.

    Aí veio o período de chuvas. Provavelmente, com a força das águas, a bolsa térmica e o corpo desceram pelo cânion para uma área próxima à Fumaça por baixo. “Os escritos estavam molhados. As folhas se soltam. Não era exatamente um diário. Era um livro de leitura. Ele escreveu até o sexto dia do acidente”, revelou Isabel, ainda ansiosa para ver os originais.

    Natal
    Hugo desapareceu pouco antes do Natal. Tanto que a família estranhou o fato de ele não ter dado notícia. “Minha mãe sentiu uma saudade estranha. Ele não fez contato algum no Natal. Pensamos: tá bom, tá bom. Está em viagem, está no Brasil. Relaxamos. Depois foi no final do ano, que também foi estranho. Daí pensamos que não era normal”. Na busca por informações, através dos amigos, a família foi seguindo os passos de Hugo.

    A última vez que encontrou com alguém conhecido foi em Brasília. Provavelmente em uma das escalas até chegar à Chapada dos Veadeiros. Depois, manteve contato com amigos para falar dos planos na Chapada Diamantina. Foi quando Hugo disse que pretendia percorrer os 70 quilômetros de trilhas entre o Vale do Capão e Lençóis. Mas não havia a certeza de que ele havia desaparecido por lá.

    Essa dúvida, acreditam a mãe e a irmã, desestimulou as autoridades locais a tomar providências com mais agilidade. O contato com as polícias Civil e Federal era feito por email. “A gente tão longe… Tínhamos muita ‘saudade’ de ter informação. Mandávamos muitos emails e as respostas eram sempre para tranquilizar: ‘Fiquem tranquilos que nós estamos procurando’. Ficar tranquilo como?”. A Polícia Federal brasileira informou sobre seu desaparecimento em 14 de fevereiro de 2016. A família chegou a oferecer uma recompensa de R$ 15 mil para quem o encontrasse vivo ou morto. 

    Entre o final de dezembro e o início de fevereiro, o que as autoridades acreditavam, destacou Isabel, era de que Hugo não estava desaparecido. “Diziam que ele estava viajando, curtindo. Eles não acreditavam nos nossos motivos de estar preocupados. Diziam que ele era jovem, mochileiro”. Até que mãe e irmã vieram ao Brasil pela primeira vez. Como os principais indícios apontavam para a Chapada, elas percorreram o máximo de localidades que conseguiram. 

    Busca pessoal
    Em um ponto guia no Vale do Capão, a primeira informação contundente. “Encontramos um registro da passagem dele. Tínhamos a hipótese de que ele tinha ido para o Vale do Capão, mas fomos nós que tivemos que ir lá e ver o registro. Foi tão fácil. As buscas só começaram quando encontramos o registro dele. Antes disso ninguém nos falou de registro, ninguém sabia que ele tinha ido para o Vale do Capão”, lamentou a irmã. 

    Quando a mochila foi encontrada, quase um ano e meio depois do desaparecimento, veio o choque. “Depois de um ano e meio vocês desenvolve a hipótese de que seu irmão está morto. Aí surge a mochila e é como se você revivesse tudo. A mochila fez aflorar tudo. Era a hora da verdade. Ainda existia esperança. Mesmo depois da mochila, ainda tinha uma pequena esperança”, diz a irmã. Com os restos mortais encontrados, a esperança está quase morta. Uma morte lenta, como se deu a de Hugo, tanto no coração de Isabel quanto na mata da Chapada Diamantina.

    CONTINUE LENDO


  •  Chapada: Polícia faz ação em combate a abatimento de animais silvestres

    Uma ação conjunta da Polícia Civil (delegado de polícia) e Polícia Militar de Itatim (Cb Mota e sd Gutemberg) apreenderam vários animais silvestres (abatidos) proveniente de caça, na feira livre de Itatim na manhã desta segunda – feira (15). foram apreendidos:

    21 (vinte e uma) preás
    2 (dois) tatus
    6 (seis) camaleões
    1 (uma) cotia
    2 (dois) mocós

    As pessoas que estavam com o material apreendido foram: Gilmar da Purificação Santos e Leonardo Santos Rebouças. Os quais foram interrogados e postos em liberdade, visto que o crime é de menor potencial ofensivo.

    Irão responder pelo crime de ambiental em liberdade.

     Chapada: Polícia faz ação em combate a abatimento de animais silvestres

    Em continuidade a diligência com o intuito de combater crimes ambientais na cidade de Itatim, Chapada Diamantina, se deslocaram até a localidade das trairas – zona rural de Itatim, e com as informações prestadas pelos caçadores que foram conduzidos para a delegacia, localizaram e apreenderam várias armas de fogo, munições, armadilhas, pássaros da fauna silvestre que estavam guardadas em 5 (cinco) residência naquela localidade.

    Os autores dos crimes não foram localizados, mas teriam sido intimados para comparecerem na delegacia, em data próxima, para prestarem esclarecimentos.

    Todos os autores foram identificados e responderam por porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental por estarem com pássaros em cativeiro.

    Itens apreendidos:

    08 (oito) armas de fogo tipo espingardas de fabricação artesanal
    01 (uma) arma de fogo tipo espingarda cartucheira calibre 32
    02 (duas) bolsas de munições
    01 (uma) espingardas de ar comprimido
    02 (duas) coronhas
    02 (duas) armadilhas para caça
    01 (um) couro de veado (animal silvestre)
    03 (três) pássaros papa capim
    03 (três) pássaro canários terra
    01 (um) pássaro cardeal
    01 (um) pássaro coleira
    02 (duas) jandaias

    Os materiais apreendidos serão periciados. E os animais silvestres serão inutilizados e destruídos.

    CONTINUE LENDO






  • Veículo capota na Ba - 142, trecho entre Barra da Estiva e Cascavel

    Os ocupantes foram socorridos por uma equipe do SAMU.

    Um grave acidente foi registrado na manhã desta terça – feira (18), na Ba – 142, trecho em Barra da Estiva e Cascavel, distrito de Ibicoara. Segundo informações obtidas pelo Destaquebahia um veículo de uma empresa de Barra da Estiva, com dois funcionários à bordo, Josenildo e Ricardo, capotou após o condutor ter perdido o controle da direção; eles estavam indo prestar um serviço em Cascavel. Apesar da gravidade do acidente, ambos tiveram ferimentos leves e estão fora de risco, houve apenas danos materiais – o veículo ficou praticamente destruído. As causas do acidente não foram divulgadas.







  • Ibicoara: Incêndio destrói Escola Jaci de Carvalho Matos, em Cascavel

    Fonte e foto: Informe Barra

    Um incêndio ocorrido na madrugada desta quarta-freira (12) destruiu boa parte da Escola de 1º Grau Jaci de Carvalho Matos, localizada no centro do distrito de Cascavel, em Ibicoara. A comunidade está perplexa com o ocorrido  e lamenta a destruição da unidade de ensino que atendia a comunidade e povoados circunvizinhos. “Neste momento de dor não sei o que escrever, mas peço a misericórdia do Senhor Jesus para com todos nós moradores de Cascavel.Estou de luto pela perda da nossa Escola Jaci. Vê a história da nossa amada escola anoitecer e não amanhecer. Saber que bandidos acabaram com o espaço que pertence a todos nós, é lamentável!”, escreveu a moradora da localidade em uma rede social.
    Informações preliminares obtidas pelo Informe Barra indicam que o incêndio foi criminoso, mas somente a polícia poderá analisar o caso e apurar o ocorrido. A perícia será realizada pelo  Departamento de Polícia Técnica ( DPT) de Brumado, na manhã de hoje (12).



  • Bandidos explodem agência e trocam tiros com policiais militares em Irecê; veja o vídeo

    A explosão danificou até as lojas do entorno da agência.

    Um grupo de bandidos armados explodiram uma agência do Banco do Brasil em Irecê, Chapada Diamantina, na madrugada desta segunda-feira (20), houve troca de tiros com a Polícia Militar e um dos bandidos foi atingido e socorrido pelos comparsas.
    A ação durou cerca de 20 minutos e assustou os moradores devido ao grande número de tiros ouvido. Durante a explosão, três lojas próximas a agência foram danificadas. Segundo o delegado  Roberto Leal, foram cerca de 30 bandidos, os quais, na fuga, queimaram um veículo e espalharam miguelitos nos entornos das estradas que dão acesso à Irecê e ainda queimaram um veículo para ter a fuga facilitada. Nem um policial ficou ferido. A Polícia Faz buscas para tentar localizar os criminosos.



  • Ibicoara oferece uma ótima opção para quem deseja um carnaval diferente

    Opção para quem deseja um carnaval de aventura, diversão e lazer.

    Para quem deseja trocar o barulho dos trios elétricos neste carnaval pela sinfonia dos pássaros, orquestrados pela natureza na Chapada Diamantina, em Ibicoara, a prefeitura municipal, através da secretaria de Meio Ambiente, preparou tudo para você.

        

    Localizada no Sudoeste da Chapada Diamantina, Ibicoara abriga duas das maiores atrações turísticas da região: a Cachoeira do Buracão e a Cachoeira da Fumacinha., entre outras atrações turísticas.
             
    A A secretaria de meio ambiente e turismo colocou o pé na trilha para atender com excelência os visitantes. No feriado de carnaval serão colocado à disposição dos visitantes toda segurança, contando com o apoio da polícia militar , salva-vidas enfermeiros, segurança e equipe da secretaria e funcionários do parque. Vista seu abada e venha no embalo do canto dos pássaros , no batuque das cachoeiras e no repertório das árvores.

    "Esperamos a visita de todos, com responsabilidade, diversão e proteção ao meio ambiente".

     



  • Bahia Pesca e prefeitura de Itaetê assinam convênio para instalação de escritório e deputado solicita agilidade  na implantação do polo de piscicultura

    Foto: Divulgação

    O deputado estadual Eduardo Salles e o prefeito de Itaetê, Valdes Brito, estiveram em audiência com o presidente da Bahia Pesca, Dernival Oliveira, para tratar sobre a instalação de um escritório, que irá auxiliar na assistência técnica da Barragem Bandeira de Melo. O parlamentar ainda solicitou agilidade na implantação do polo de piscicultura, que irá beneficiar Itaetê e Boa Vista do Tupim, com a geração de emprego e renda.

    Um Convênio de Cooperação foi assinado entre a prefeitura de Itaetê e a Bahia Pesca para instalação do escritório no município.

     

    Dernival Oliveira antecipou que o escritório já está instalado e em breve dará início às atividades. “Teremos uma empresa trabalhando na assistência técnica aos piscicultores, com toda a estrutura de pessoal técnico e apoio material como veículo, e outros”, explica.

    A implantação do polo de piscicultura é fruto da parceria entre Bahia Pesca e Desenbahia (Agência de Fomento do Estado da Bahia ) e deve beneficiar, inicialmente, cerca de 100 famílias da agricultura familiar.

    Para implantação do polo é necessário que os cadastros, que se encontram em fase de análise na Desenbahia, sejam aprovados. “As primeiras famílias de Itaetê e Boa Vista do Tupim já foram cadastradas, mas somente 30 foram contempladas até o momento. Para que o projeto piloto seja iniciado, é necessário a aprovação das 100 famílias cadastradas em Itaetê e Boa Vista do Tupim.

    Para o parlamentar, os avanços que a implantação da piscicultura podem promover à população são inúmeros. “A barragem Bandeira de Melo é uma preciosidade para a região e, infelizmente, ainda é subutilizada. Com a implantação deste projeto, temos a oportunidade de mudar esta realidade. A utilização da barragem pode transformar Itaetê e Boa Vista do Tupim em municípios com enorme capacidade produtiva de tilápia, com a piscicultura e irrigação. Essa é a minha meta”, ressalta Eduardo Salles.

    Após a instalação e início da produção com o polo de piscicultura, em um segundo momento, conforme o deputado, projetos serão realizados, a partir de editais da CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional). “Pautamos a importância dos editais, para que a Bahia Pesca, juntamente com os produtores, consigam recursos para a construção de uma fábrica de gelo, uma unidade de beneficiamento e transporte, que irá auxiliar na industrialização do pescado”, reitera.

    PROJETO PESCA NO SEQUEIRO

    O grupo ainda tratou o sobre o Consórcio Chapada, que visa obtenção de crédito destinado ao setor da pesca, em Itaetê, com o projeto Pesca no Sequeiro. A iniciativa propõe a instalação de tanques escavados para que seja reaproveitada a água das chuvas para criação dos alevinos.

    Conforme Dernival Oliveira, a Bahia pesca vai auxiliar com a parte técnica e doação dos alevinos. “O Consórcio Chapada entra com as máquinas e a CAR vai dispor do combustível, manutenção, pranchão para transporte, tratoristas e a contratação de operadores para escavação de tanques nas comunidades rurais onde tenha água”, concluiu o presidente.

    Também estiveram presentes na audiência desta quarta-feira (8), os secretários municipais de Educação e Agricultura, Bolota Damasceno e Jorge Tiodoro, respectivamente.

    CONTINUE LENDO


  • Mais uma roça de maconha é descoberta pela polícia na Chapada Diamantina

    Foto: Divulgação

    Mais uma plantação de maconha é descoberta na Chapada Diamantina. A guarnição da Cipe Chapada, apreendeu um francês de prenome Nike de posse de certa quantidade de maconha pronta para o consumo, e José Inácio, este último, estava com uma roça com um plantio de mais de 150 pés de maconha. Grande parte foi incinerada no local, o restante foi encaminhada para a delegacia de Andaraí. Os dois homens foram apresentado à autoridade de plantão na delegacia para que os procedimentos cabíveis fossem tomados. O fato aconteceu na manhã de ontem(18),  povoado de Iguatu.



  • Prefeitos de vários municípios participam de reunião do Chapada Forte

    Está acontecendo na manhã deste sábado (14) em Andaraí, Chapada Diamantina, uma reunião com os membros do Consórcio Chapada Forte. Dentre outras pautas, a reunião extraordinária realizada hoje (14), é para a escolha do novo presidente do consórcio.
    O atual presidente, é o prefeito WILSON PAES CARDOSO, de Andaraí.
    O Consórcio Chapada Forte é formado por prefeitos de 13 município e tem o objetivo de incrementar ações de desenvolvimento em todas as áreas nos municípios integrantes.
    O prefeito de Barra da Estiva, João Machado e o prefeito de Ibicoara, Haroldo Aguiar, também estão marcando presença nesta reunião.



  • Após 5 dias de trilha na BA, turista passa mal e é resgatado na Chapada

    Rodrigo (de camisa xadrez) foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros (Foto: Divulgação / Corpo de Bombeiros)

    Um turista do Distrito Federal foi resgatado de helicóptero após sentir um mal-estar durante uma trilha nas proximidades da Cachoeira da Fumaça, entre os municípios de Lençóis e Palmeiras, na região turística da Chapada Diamantina, nesta segunda-feira (26).

    De acordo com o Corpo de Bombeiros, Rodrigo Alves Ferraz estava no quinto dia de caminhada quando começou a sentir fortes dores abdominais e um mal-estar no domingo (25).

    A informação chegou até a corporação militar à noite, por meio de integrantes da Associação de Condutores de Viajantes do Vale do Capão. Os bombeiros aguardaram o dia amanhecer para prestar o socorro ao turista.

    O resgate foi liderado pelo subcomandante do 11° Grupamento de Bombeiro Militar, major Jean Vianey. A aeronave usada na operação integra a 'Operação Bahia Sem Fogo', do Governo do Estado. O turista resgatado foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Seabra,e  passa bem. (G1 Bahia)